Mais
    InícioNegóciosEntrevistaEntrevista com Matheus Ximenes, da Muma

    Entrevista com Matheus Ximenes, da Muma

    Em entrevista, Matheus Ximenes, da Muma conta história da empresa, relação com sustentabilidade e parceria com Johnnie Walker. Assista.

    Compartilhe

    -

    Neste episódio vamos conversar com Matheus Ximenes Pinho, CEO e curador da MUMA, uma empresa que desenvolve peças de design com foco na sustentabilidade.

    Na conversa nós falamos um pouco sobre a importância da sustentabilidade dentro da visão da companhia, da parceria com Johnnie Walker e quais os próximos passos da marca e dos próximos passos da empresa.

    Continua depois do anúncio

    O que é a MUMA?

    A MUMA é um marketplace, um e-commerce. Nós somos um híbrido entre os dois, de venda de mobiliário e objetos de decoração assinados. A empresa nasceu porque eu sou arquiteto de formação, de Recife, e muitas vezes eu via meu cliente saindo de lá para comprar móveis de design assinado que tivessem um valor mais democrático e acabava vindo para São Paulo e até para Miami, porque o pouco que encontrávamos em Recife é para um público muito “AA”. Então a ideia da MUMA é democratizar o acesso ao design, tanto pela compra via internet, como por preços mais acessíveis. Nós queremos transformar a forma como um design mobiliário é vendido.

    Qual o principal diferencial de vocês nesse universo de design?

    Inscreva-se para receber nossas notícias e novidades em seu e-mail e cancele quando quiser.

    Na MUMA, nós entregamos os materiais do produto e design de qualidade. Nós conseguimos trazer as principais tendências do mercado de casa e decoração, do Brasil e de fora, e entregar isso com um preço mais acessível que a maioria das lojas que vendem design assinado. Também entregamos para todo o território nacional, então se você está lá no interior do Amazonas e quiser uma poltrona de Johnnie Walker com design assinado pelo Alexandre Soares, você vai ter. Esse é um grande diferencial nosso.

    O que você acha que traz esse toque mais sustentável para a marca de vocês?

    A MUMA tem no DNA essa questão da sustentabilidade como um dos principais pilares. Nós vendemos móveis, então a maioria do que está à venda é de madeira e nós nos importamos muito com a procedência dessa matéria-prima, só trabalhamos com madeira de reflorestamento ou que seja certificada. Esse é um ponto essencial para quando estamos prospectando novos fornecedores ou criando novas coleções.

    Uma outra questão muito importante nesse sentido também, é que só produzimos sob demanda, a partir da venda que produzo aquele produto. Com isso, fazemos uma economia significativa de matérias-primas e não produzimos para depois encalhar no estoque e queimar. Isso reforça a exclusividade de cada peça, além de evitar o desperdício, que é tão essencial quando se pensa em sustentabilidade.

    Como foi fazer essa parceria com a Johnnie Walker?

    A ideia era unirmos essa essência, o “look & feel” da MUMA, – sendo o nosso slogan: A alegria está em alta – com o DNA de Johnnie Walker, o “Keep Walking“. Então pensamos em uma coleção que fosse extremamente contemporânea, com design atual, com uma linguagem mais industrial e que unisse os DNAs das duas marcas. A partir disso, criamos uma poltrona que tem uma linguagem supermoderna, uma mesa lateral e duas opções de almofadas, que você pode comprar em conjunto ou não com essas duas peças. Todos esses itens estão disponíveis na paleta de Johnnie Walker, tanto no vermelho tão marcante da marca, como no amarelo dourado que é a cor do whisky.

    Continua depois do anúncio

    Quais materiais vocês usaram para compor essa coleção? Eles também são sustentáveis?

    Nós trabalhamos com tecidos que são orgânicos, de algodão, e a madeira utilizada é de reflorestamento.

    Como vocês acreditam que essa parceria pode beneficiar o trabalho de vocês?

    Uma curiosidade é que Recife, cidade onde a MUMA nasceu e tem sua matriz, é a cidade no mundo que mais consome whisky per capita, então o consumo da bebida lá é realmente muito expressivo e acredito que essa junção de MUMA com Johnnie Walker, que é uma marca tão conhecida, tão consumida na cidade e querida, é bem positivo para os dois lados. Nós estamos unindo forças: o nosso DNA pernambucano com a força internacional de Johnnie Walker e a sofisticação das duas marcas. Com as essências das empresas traduzidas na coleção, acredito que a parceria está sendo bem positiva para ambos.

    Quais são os próximos passos da MUMA?

    A MUMA está passando por um momento bem expressivo de crescimento. Esse cenário pandêmico, que foi tão triste no ponto de vista de saúde pública, para o nosso negócio financeiramente tem sido positivo, porque como está todo mundo em casa, fazendo o isolamento social e sem poder viajar, os gastos de todo mundo se voltaram muito para o conforto, para a melhoria de casa, para trocar o sofá, o tapete e melhorar mesmo a estrutura do lar para ficar em casa. Então o mercado de casa e decoração de uma maneira geral, não só a MUMA, ficou muito aquecido nesse período.

    Nós estamos com muitos projetos de expansão organicamente – bootstrapping, como falam nesse mundo de startups -, mas também estamos buscando uma nova rodada de investimento, a nossa ideia é abrir mais Guide Shops, que é o nosso espaço físico onde traduzimos a essência da MUMA. Hoje nós temos uma na Vila Madalena, em São Paulo, e duas no Recife, mas nós queremos abrir pelo menos uma loja em cada principal capital do país. Estamos nesse momento de expansão para o mundo físico, mas também de criação de mais coleções e mais produtos com esse DNA da nossa marca.

    Continua depois do anúncio

    Uma coisa que nós temos feito até hoje é de pegar dados que o e-commerce fornece, de navegação, dos produtos mais clicados, itens mais colocados no carrinho, não só os mais comprados, mas às vezes os mais abandonados no carrinho dizem alguma coisa, as dimensões mais compradas, o que está sendo curtido nas redes sociais e analisamos muito esses dados e desenvolvemos produtos a partir disso. Nós temos vários cases de sucesso de produtos que foram desenvolvidos com essas análises e a nossa ideia é investir mais nisso, porque criamos produtos que eles basicamente já nascem como best-sellers, pois entendemos e sabemos muito bem o que o nosso cliente está procurando e desenvolvemos mais produtos a partir disso, mais poltronas, mesa de cabeceira, sofá, tapetes, enfim. Resumindo, a nossa ideia é apostar em mais produtos desse private label, como chamamos, que é essa linha própria. Além também da expansão para o mundo físico, criando mais Guides Shops.

    Como os consumidores e executivos que querem ter um contato com vocês podem encontrar a MUMA nos sites e nas redes sociais?

    O nosso site é muma.com.br. O nosso Instagram, que é o nosso principal canal para inspiração e para a chegada de novos clientes, é instagram.com/muma.com.br também e caso você queira falar conosco, o e-mail dos diretores e sócios da marca é [email protected], vamos adorar ouvir vocês também por e-mail.

    Beba com Inteligência. Não compartilhe com menores de 18 anos.

    SE BEBER, NÃO DIRIJA.

    *publi

    Matheus Ferreirahttp://gkpb.com.br
    30. Publicitário e fundador do GKPB e Diretor Executivo da Agência HiperStorm.
    Publicidade

    Conecte-se

    64,275FãsCurtir
    117,637SeguidoresSeguir
    14,500InscritosInscrever
    Publicidade