Mais
    InícioPublicidadeDiversidadeVidCon 2022: Pessoas com deficiência são diferentes, como qualquer outra pessoa

    VidCon 2022: Pessoas com deficiência são diferentes, como qualquer outra pessoa

    Alternativas oferecidas pelas plataformas sociais não lidam com as especificidades das pessoas com deficiência

    EM GKPB.COM .BR

    Publicidade

    O mercado da comunicação já entendeu que é mais do que necessário reconhecer a importância de promover a diversidade. Mas quando o assunto é promover acessibilidade a plataformas, produtos ou serviços, as empresas oferecem a soluções pouco diversas, quase como se assumissem que todas as pessoas com deficiência tivesse os mesmos gostos e necessidades. O que não é real.

    Durante o painel “Diversity Spotlight – Playing to our strengths” (Diversidade em Destaque – Jogando com nossos pontos fortes), os criadores de conteúdo Jessica Mocabe, Imani Barbarin e Pat Valentine comentaram um pouco sobre suas experiências com as diferentes plataformas de criação de conteúdo. Entre as principais dores de todos eles está a dificuldade das plataformas em conseguirem levar em consideração todas as especificidades de cada pessoa com deficiência.

    Continua depois do anúncio

    Jessica Mocabe relembrou que o Youtube oferece mais opções de monetização para vídeos com mais de 10 minutos. No entanto, como ela se comunica com um público que tem TDAH, esta é uma tarefa difícil. Isso porque eles normalmente não dispensam tanto tempo com este tipo de conteúdo. “Nós temos que procurar alternativas para conseguirmos usar as plataformas. Nós não queremos sobreviver nessas plataformas. Nós queremos nos divertir.”, acrescentou Imani Barbarin.

    Para Pat Valentine, que faz um enorme sucesso no Tiktok com seu irmão portador de Síndrome de Down, embora ainda haja um bom caminho a ser percorrido, a rede chinesa é muito superior quando o assunto é acessibilidade. Para ele, um dos diferenciais é uma preocupação aparente da rede em ouvir o que os criadores têm a dizer. “Uma das melhores coisas a se fazer é ouvir. Somente ouvir já é parte de uma grande coisa a se fazer. Ouvir, implementar, educar-se.”, afirmou.

    O painel foi mediado por Aidan Bryant, do Youtube, que se comprometeu a anotar e levar ao time algumas das demandas discutidas no espaço.

    Inscreva-se para receber nossas notícias e novidades em seu e-mail e cancele quando quiser.

    O GKPB viajou para Anaheim, na Califórnia, para cobrir a VidCon 2022 a convite da Leo Burnett Tailor Made.

    Conheça nosso podcast

    - Publicidade -

    Últimos stories

    As peças possuem design universal que atendem a atletas com e sem deficiências

    Novo sabor já está disponível por tempo limitado em diversas lojas da marca espalhadas pelo Brasil

    Ator que interpreta o Greg, de Todo Mundo Odeia o Chris, divulgou a promoção 2 Whopper por R$ 25 e cutucou o McDonald's

    Foodtech faz parceria com o chef Diego Oka para revelar uma nova alternativa vegetal da ‘sopa de tartaruga’, que corre risco de extinção

    🔥 Em alta agora:

    Samsung Galaxy é a patrocinadora oficial do FFWS Brasil 2024

    No próximo sábado, 20, começa o campeonato de Free Fire FFWS Brasil e de olho no público do game a Samsung acaba de confirmar...

    🔥 Em alta agora:

    Samsung Galaxy é a patrocinadora oficial do FFWS Brasil 2024

    No próximo sábado, 20, começa o campeonato de Free Fire FFWS Brasil e de olho no público do game a Samsung acaba de confirmar...
    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Conecte-se

    62,883FãsCurtir
    145,000SeguidoresSeguir
    16,800InscritosInscrever
    Publicidade