Mais
    Publicidade banner break publicitario
    Publicidade banner break publicitario
    InícioPublicidadeTVPatrocinadores de A Fazenda 13 vivem crise nas redes após polêmica com...

    Patrocinadores de A Fazenda 13 vivem crise nas redes após polêmica com Nego do Borel

    Aurora, Seda, Banco Original e Tiktok e Americanas se pronunciaram nas redes após pressão do público. Brahma não se posicionou publicamente.

    Publicidade

    Em meio ao isolamento social por conta da pandemia de COVID-19, o reality A Fazenda fez um enorme sucesso no ano passado, alcançando excelentes índices de audiência e caindo no gosto dos patrocinadores. Tamanho êxito fez com que algumas marcas se comprometessem com o patrocínio do programa há 5 meses de sua estreia.

    Mas neste sábado, 25, os patrocinadores do reality show A Fazenda 13 foram pegos de surpresa. O participante Nego do Borel, foi acusado de se aproveitar da embriaguez da modelo Dayane Mello, outra participante do programa. E nos dias de hoje, quando algo causa indignação no público, ele já sabe de quem cobrar: das marcas que financiam as atrações.

    Continua depois do anúncio

    E nestes momentos é preciso ser ágil para compreender o que está acontecendo e agir da maneira correta, evitando danos irreversíveis. Ainda antes de qualquer decisão oficial da Record TV, a Aurora Alimentos foi às redes sociais se posicionar.

    “Em virtude dos últimos acontecimentos no programa A Fazenda, que envolvem o participante Nego do Borel e a participante Dayane Mello, informamos que a Aurora já está em contato com a Record. Estamos aguardando as apurações para que as medidas necessárias e justas sejam tomadas o quanto antes. Não apoiamos e nem vamos aceitar que atitudes que violem os direitos das mulheres ou de qualquer outro indivíduo passem impunemente.”, dizia o texto publicado pela companhia, que apesar de ser rápida, fechou os comentários para não receber mensagens do público.

    Logo dos patrocinadores de A Fazenda 13 – Imagem: Composição – Redes Sociais – GKPB

    Pouco tempo depois, Seda e Banco Original também foram às redes se posicionar diante do público: “Seda é uma marca que apoia e continuará apoiando incondicionalmente a liberdade, respeito e o empoderamento das mulheres”, disse a Seda. O Banco Original seguiu o mesmo tom. “Ressaltamos que não compactuamos, sob nenhuma hipótese, com qualquer tipo de abuso ou violência”.

    Inscreva-se para receber nossas novidades e cancele quando quiser.

    Após a publicação de Seda, a Record TV se posicionou oficialmente sobre a retirada do participante. De acordo com publicação do canal, “Uma equipe multidisciplinar cuidou da análise de todo o material gravado, além de aguardar pelo despertar de Dayane e dos demais peões para juntar mais elementos, falas e depoimentos que pudessem amparar a decisão a ser tomada.” e completou: “Diante dos fatos apurados, a direção da Record TV decidiu-se pela retirada de Nego do Borel da competição”.

    Após a decisão da emissora de remover o participante, o TikTok também foi ao Instagram publicar seu posicionamento oficial. Nos comentários, o público tem criticado a decisão da rede social em patrocinar um programa que aposta em participantes com histórico de polêmicas e problemas judiciais; além de solicitar a remoção do perfil de Nego do Borel do Tiktok.

    Continua depois do anúncio

    A Fazenda 13 tem ainda outros dois grandes patrocinadores anunciados na coletiva do programa: Brahma e Americanas. Nenhuma das duas marcas se pronunciou sobre o ocorrido até o momento em que estamos escrevendo esta matéria. O público, sempre implacável, tem publicado uma série de mensagem nas redes sociais das duas marcas cobrando uma posição. Cada segundo a mais na demora de se pronunciar pode ser ainda mais prejudicial à imagem dos patrocinadores.

    Dificuldades para os patrocinadores de realities

    Nos últimos anos os patrocinadores de realities têm passado por uma série de polêmicas. Na última edição do BBB, o comportamento de Karol Conká rendeu uma série de problemas para marcas como Amstel e Coca-Cola. Diante de um cenário de evolução da sociedade e debates cada vez mais acalorados, acompanhar o dia-a-dia das pessoas abre inúmeras brechas de possíveis problemas para as marcas.

    Patrocinar um programa de grande audiência tem uma série de benefícios em exposição de marca, mas é preciso um plano de gestão de crise cada vez mais robusto e preparado para lidar com os mais variados cenários adversos.

    Continua depois do anúncio

    [Atualizado em 25/09 às 21h35] – A Americanas acabou de se pronunciar a respeito do ocorrido. “Desde os primeiros acontecimentos, estamos em contato direto com a emissora para os esclarecimentos e exigimos, que trate o caso com seriedade e celeridade para a tomada de decisão cabível.”, disse a companhia. A íntegra do posicionamento pode ser conferida na publicação realizada no Instagram.

    [Atualizado em 26/09 às 15h00] – Em nota ao PROPMARK, a Ambev, dona da Brahma, explica esteve em contato com a emissora para as devidas medidas. “Desde o ocorrido na madrugada deste sábado, estivemos em contato com a emissora para que fossem adotadas medidas imediatas sobre o caso e também fosse dada assistência jurídica e psicológica imediata à participante. Não toleramos qualquer tipo de violência ou desrespeito”, disse a companhia. Ainda assim, Brahma não fez qualquer posicionamento público em seus canais oficias nas redes, como os demais patrocinadores. Outro fator relevante foi que a marca não apareceu durante a edição do programa que tratou do assunto.

    Publicidade

    Últimos stories

    Cerveja Corona cria o...

    Como parte da ação, os visitantes ainda vão ganhar um balde com 6 long necks

    JBC anuncia reimpressão de...

    Após reportagem polêmica da Record sobre o mangá, a editora JBC anunciou uma reposição da Black Edition de Death Note

    Estadão renova e aprimora...

    Após quase um ano de pesquisa com leitores e consultorias internacionais, o Estadão aprimora sua versão impressa com um formato germânico

    Coca-Cola promove experiência no...

    Para promover o novo sabor de Coca-Cola Sem Açúcar, a marca montou uma experiência sensorial em um dos restaurantes do McDonald's
    Publicidade

    GKPB Em Vídeo

    Publicidade

    Conecte-se

    64,347FãsCurtir
    116,012SeguidoresSeguir
    14,500InscritosInscrever
    Publicidade