Mais
    InícioInovaçãoAplicativosUber inicia testes de gravação de vídeo durante as corridas

    Uber inicia testes de gravação de vídeo durante as corridas

    A Uber anunciou essa semana o teste de uma nova ferramenta de segurança no app, a gravação de vídeo durante as corridas. Saiba mais.

    Publicidade

    A Uber anunciou essa semana que deu início aos testes para uma nova ferramenta, a gravação de vídeo durante as corridas. Por enquanto, o recurso só está disponível em Aracaju e é disponibilizado por meio de um app parceiro, que permitirá que os motoristas usem a própria câmera do celular para gravar todas as viagens realizadas.

    Para a plataforma a filmagem é uma forma a mais de segurança, tanto para os motoristas quanto para os passageiros. Se aprovada e implementada, a solução estará disponível a qualquer um que queira dirigir com o aplicativo e em qualquer lugar.

    Continua depois do anúncio
    Nova ferramenta da Uber, a gravação de vídeo.

    O piloto de gravação de vídeo começou com um grupo reduzido de motoristas, e aos poucos será expandido para todos que trabalham com a plataforma em Aracaju. Mas os testes não são obrigatórios, os motoristas podem escolher se querem ou não participar do piloto da mesma forma que os usuários também podem optar por cancelar uma viagem filmada.

    Assim como já acontece com a gravação de áudio, a gravação de vídeo também permanecerá criptografada no celular, sem que ninguém possa acessá-la, nem mesmo o próprio motorista, pois a chave da criptografia se mantém apenas com a Uber.

    Continua depois do anúncio

    De acordo com o app, quando o motorista parceiro enviar a filmagem, ele ficará armazenado com a empresa parceira, que terá acesso apenas às informações básicas do motorista, data e horário da gravação. Mas sem qualquer dado sobre o usuário, pontos de embarque e desembarque.

    Inscreva-se para receber nossa newsletter e cancele quando quiser.

    Se, mais tarde, o parceiro decidir abrir uma reclamação de segurança, ele terá a opção de adicionar o vídeo em questão, que até então só a plataforma tem acesso. Além do chamado aberto pelo próprio parceiro para solicitar uma investigação à Uber, só as autoridades competentes podem solicitar acesso às imagens na forma da lei.

    Gravação de vídeo na segurança das mulheres

    Por mais que a marca garanta que é mais uma ferramenta de segurança para todos, há contrapontos questionáveis sobre a novidade. Mesmo com outros recursos de segurança no app, como o botão para ligar para a polícia, ainda ocorrem muitos assédios durante as viagens.

    Continua depois do anúncio

    Dar permissão aos motoristas de gravarem do próprio celular a viagem inteira não garante segurança às mulheres, pois ainda há o receio de motoristas alegarem que estão gravando pelo app, mas na verdade estão usando a câmera pessoal. Além de que, se uma usuária for assediada durante a corrida, ela nem poderá solicitar o vídeo para a empresa como prova.

    Publicidade

    GKPB Em Vídeo

    Ouça nosso Podcast!

    Publicidade
    Publicidade

    Conecte-se

    64,492FãsCurtir
    110,213SeguidoresSeguir
    14,500InscritosInscrever

    Para Você

    Publicidade