Mais
    InícioNegóciosEntrevistaMundo Animal: "O foco está na experiência que o cliente vai vivenciar"

    Mundo Animal: “O foco está na experiência que o cliente vai vivenciar”

    Marcos Gundel, Diretor Executivo da empresa, reforçou importância da relação custo-benefício aliado à experiência para a fidelização dos clientes

    Publicidade

    Criada em 2011, a lanchonete temática Mundo Animal tem ganhado espaço Brasil afora. Depois de um projeto de reposicionamento que teve início em 2018, a rede tem crescido de forma impressionante em diversos estados brasileiros e acaba de aterrissar na capital paulista.

    Entre os principais destaques da rede estão o custo-benefício, ambientação e o pocket show do Leonel, o leão mascote da marca que se apresenta e interage com funcionários e o público presente no estabelecimento.

    Continua depois do anúncio

    Na nossa entrevista dessa semana vamos bater um papo com Marcos Gundel, Diretor Executivo da Mundo Animal, que contou pra gente em detalhes um pouco da trajetória da companhia que tem planos ambiciosos de dobrar de tamanho em menos de um ano. Confira:

    GKPB: Como surgiu a ideia da Mundo Animal? De onde veio essa proposta de vocês chegar até onde estão hoje?

    Continua depois do anúncio

    A Mundo Animal nasceu em 2011 numa cidade chamada Capão da Canoa, uma cidade litorânea do Rio Grande do Sul. Uma cidade de, hoje, 80 mil habitantes. A ideia veio através do meu sócio, que é o fundador da Mundo Animal, o Ari Andrade. Ele é uma pessoa extremamente criativa e inovadora que teve esse desejo e trabalhou para a criação de uma lanchonete. Era pequena, para uma cidade pequena, mas ela nasceu já com uma ideia inspirada no temático, de selva, com pratos com nomes de animais e uma decoração ambientada para a selva. Pequeno, mas já inovador para 2011.

    Inscreva-se para receber nossa newsletter e cancele quando quiser.

    Marcos Gungel, Diretor Executivo da Mundo Animal – Lanchonete Temática. Imagem: José Somensi – Divulgação.

    A Mundo Animal começou a crescer pelo interior do estado do Rio Grande do Sul, em cidades como Torres, Erechim, Santa Cruz do Sul, Bagé e foi crescendo em pequenas cidades do interior do RS. Esse crescimento aconteceu até 2018 dessa forma, mais familiar, com uma visão mais voltada para o produto, do que a própria temática. Uma visão voltada para a torre de batata, que era um produto diferenciado para a época.

    E aconteceu que, em 2019, além de mim, que sou o Diretor Executivo da marca, entrou a Gisele, que é diretora de Marketing, entrou o Jian, que é outro sócio-diretor também, né. E nós transformamos em franquia.

    Continua depois do anúncio

    GKPB: O formato já era parecido com esse? O Leonel, esses outros elementos?

    Entre 2018 e 2019 eu e a Gisele entramos na rede Mundo Animal num primeiro momento como investidores. Nós queríamos colocar unidades da Mundo Animal em Florianópolis e Palhoça, que são unidades próprias que temos hoje. Como nós entramos para a marca, nós começamos a desenhar um projeto para a rede e acabamos virando sócios da franqueadora, aí sim nós começamos a trabalhar em pilares estratégicos do negócio.

    Entendíamos que o negócio tinha uma boa ideia, algo temático, com pratos econômicos, bem servidos etc, mas precisavam ser estruturados outros pilares. Um dos primeiros trabalhos que foram realizados foi no pilar de Marketing. No posicionamento da marca.

    Visão Interna de uma das unidades da Mundo Animal – Lanchonete Temática. Imagem: Rodrigo Moraes – Divulgação.

    A Mundo Animal nasceu em 2011 com o nome de Mundo Animal Lanches. Era um nome muito pequeno para o tamanho da proposta que se tinha. Então a primeira coisa que fizemos foi mudar o nome. Hoje nós somos Mundo Animal Lanchonete Temática. Trabalhamos na definição do nosso público-alvo, estabelecemos que nosso público-alvo é família, trabalhamos toda a questão dos personas, contratamos uma agência de publicidade, que está com a gente até hoje e aí começamos a trabalhar na questão da identidade visual, trouxemos a questão do Leonel, da turminha, trouxemos uma área kids grande, o que não tinha porque as lanchonetes eram pequenas, então veio essa pegada nova, voltada para o público-alvo família.

    Continua depois do anúncio

    Na turminha do Leonel, cada personagem tem uma personalidade e uma característica. Eles estão ganhando muita força agora. Eles já têm um canal no Youtube, Tiktok, a nossa ideia é que eles sejam os nossos influenciadores digitais.

    Fizemos toda a formatação para virar franquia, trabalhamos pilares como operação, definição de cardápios, ficha-técnica, parte jurídica mais chata, né, que tem que ser feita para que o negócio cresça de forma estruturada e pra que a gente possa subir de forma que não tenha que voltar pra refazer nada.

    Tem uma parte toda do bastidor, que é importante para uma lanchonete. Até final de 2018 a Mundo Animal possuía 12 unidades pequenas no interior do RS e no nosso primeiro ano de franquia, em 2019, nós já dobramos de tamanho. Nós terminamos 2019 com 27 unidades. Aí já pisando em capitais, como Porto Alegre e Florianópolis. E para 2020 nós tínhamos um projeto bem agressivo de dobrar de tamanho de novo. Era para fechar o ano aí com 60 unidades, aí veio essa questão da pandemia e acabou atrasando.

    Mesmo nesse período de pandemia nós inauguramos 11 unidades, fechando em 38 unidades, que é o que temos hoje em operação. Em um ano de pandemia também, pisamos em São Paulo. Em setembro de 2020 inauguramos nossa primeira unidade em Interlagos.

    Continua depois do anúncio

    Pra nós sempre foi um sonho chegar em São Paulo. Nós sabíamos que precisávamos nos preparar para chegar em São Paulo. Nós aproveitamos bem esse tempo de pandemia para conseguirmos ter uma forte liderança na rede, comitê de crise, estamos mais perto do final, mas aproveitamos para imergir nos nossos processos, estudar, criar inovações e já inauguramos São Paulo com o novo show do Leonel, com uma música própria que tem a ver com o propósito da Mundo Animal. Hoje nosso propósito é estimular e valorizar os vínculos familiares. É pra isso que nós existimos. A música do Leonel foi composta pelo Veco [Marques] de Nenhum de Nós.

    Também chegamos em São Paulo com novos pratos, novos drinks, trabalhamos mais na elaboração do nosso cardápio para atender ao público de São Paulo, que é um público mais exigente e acostumado com coisas boas. Nós queríamos nos preparar para pisar em São Paulo.

    GKPB: Qual você acredita que é o principal diferencial do que vocês oferecem hoje, em relação a outras opções disponíveis?

    Está na estratégia da Mundo Animal a questão de oferecer  uma experiência para o cliente. O nosso foco não está voltado para o produto, por mais que tenhamos produtos de qualidade, com pratos bem servidos. O foco está na experiência que o cliente vai vivenciar na Mundo Animal.

    Continua depois do anúncio

    Começando pelo conforto de ter onde estacionar o carro, porque nós atendemos famílias e a família não vai caminhar 3/4 quadras com filho à noite, então começa já no estacionamento. A questão do ambiente temático. A questão do pocket show do Leonel, que tem toda a magia do show, que é muito bacana. O atendimento. Nós trabalhamos muito forte no treinamento dos nossos atendentes e dos nossos franqueados.

    E tem outros pontos importantes também, que é o prato bem servido, visto que atendemos grandes grupos e com preços competitivos. A gente costuma dizer nas nossas reuniões estratégicas que o cliente não pode se sentir explorado na hora de pagar a conta.

    Não cobramos taxa de serviço. Não cobramos para as crianças brincarem na área kids. Tudo isso é gratuito e está no pacote da experiência do cliente. Esse conjunto acaba aumentando o valor percebido pelo cliente e isso faz com que ele se fidelize. Se você levar seu filho para a Mundo Animal hoje, e amanhã você perguntar para o seu filho “onde você quer ir” e ele responder “Mundo Animal”, você vai pensar “bom, lá eu consigo estacionar, lá o preço é bacana, fico na mesa tomando meu chopinho, como bem, meu filho brinca na kids e ainda tem o show do Leonel que diverte a família toda”. É um pouco disso que a Mundo Animal traz.

    GKPB: Nós falamos dessa chegada de vocês no mercado de São Paulo. Vocês já conseguiram avaliar como foi essa experiência. Vocês identificaram alguma peculiaridade do público paulista? Como tem sido?

    Continua depois do anúncio

    Como eu te falei, nós nos preparamos, nós estudamos o mercado, entendemos que São Paulo é a locomotiva do país, então nos preparamos bem. Até tivemos a oportunidade de chegar em São Paulo antes, mas estávamos preparando alguns alicerces mais firmes para chegar bem em São Paulo. E está sendo muito positivo. São as lojas que estão mais faturando na rede, mesmo em momento da pandemia, com restrição de capacidade.

    Hoje na franqueadora da Mundo Animal nós somos três sócios, o Ari Andrade, que é o fundador, eu que sou Diretor Executivo e o Jian Lorenzetti, que é o Diretor de Implantação. Todos nós temos lojas próprias. Eu tenho Florianópolis, Palhoça e mais três unidades para abrir no nordeste. O Ari tem Capão da Canoa e Campinas, e está procurando imóvel para colocar mais uma unidade em Osasco. O Jian tem unidade em Erechim, São Paulo (Interlagos) e mais quatro unidades em São Paulo para inaugurar também. Nós acreditamos no nosso negócio, vivemos o nosso negócio.

    Nós tivemos uma grande aceitação nas duas lojas (Interlagos e Vila Ema). É fila na porta todo dia. Os franqueados estão trabalhando bastante, mas estão muito felizes. Alguns falaram que nós éramos loucos de inaugurarmos uma loja de 1.500m² em São Paulo no olho do furacão da pandemia.

    Nós percebemos que o público paulista é mais exigente se comparado aos outros 9 estados que temos lojas. Nós percebemos que em São Paulo o público é mais crítico. Talvez por essa diversidade de opções que existe em São Paulo. Mas isso também é importante porque nos ajuda a melhorar nossos processos. Temos recebido muitos elogios aí em São Paulo também e está muito bacana.

    Continua depois do anúncio

    GKPB: Você falou que entrou para melhorar a parte de Marketing. A Batuca é a agência de vocês, certo? Como ficou essa divisão da estrutura de comunicação de vocês?

    Nós nos inspirávamos muito na Croasonho e a Batuca atendia a Croasonho, depois descobrimos que atendia Panvel, Honda etc. E nós tivemos a primeira conversa com o André que é o diretor da Batuca e o André muito rápido entendeu nosso projeto e nossa ideia.

    Na época nós tínhamos aquelas 12 unidades pequenas, no interior do estado. E aí nós acabamos iniciando esse trabalho. Num primeiro momento a Batuca fez um pacote full-service. A Gisele ficava basicamente na estratégia e a Batuca na execução. Tanto do Marketing, quanto da Comunicação. E agora, faz uns 6 meses, nós mudamos um pouco esse modelo. Entendemos que é o momento de internalizar um pouco mais esse know-how do Marketing para dentro da franqueadora.

    A Gisele hoje já tem uma equipe própria com analistas de Marketing e Comunicação. Puxamos o SAC pra nós, pra ficarmos mais próximos dos clientes. Nós fazemos questão de responder cada cliente. No Google Meu Negócio, Facebook, Instagram. E a Batuca ficou mais na execução agora.

    Continua depois do anúncio

    GKPB: Como vocês gerenciam as ações de Marketing em relação ao franqueado?

    Hoje as redes sociais são todas unificadas. A franqueadora tem controle total e é ela que opera as redes sociais. O franqueado sugere campanhas locais, porque nós entendemos a diversidade que temos nas cidades e nem sempre a franqueadora vai conseguir enxergar tudo isso. E então o time de Marketing entra no circuito para dar todo o suporte, desenhar campanhas locais e entender o que funciona e o que não funciona bem. A gente analisa o que funciona bem, o que não funciona bem, para auxiliar o franqueado.

    GKPB: Vocês estão expandindo em tempos de pandemia, indo na contramão de uma série de outras empresas do segmento. Qual o segredo para conseguir continuar expandindo em tempos de pandemia e um momento muito difícil, de incertezas?

    Eu acredito que passa muito pelo modelo de negócio. Por mais que a Mundo Animal esteja no ramo de fast-food, nós temos um modelo de negócio muito robusto. Como eu te falei, nós conseguimos entregar tudo isso para o cliente final, então ele fideliza muito rápido e ao mesmo tempo nós conseguimos deixar uma margem de lucro muito boa para o franqueado.

    Hoje dentro da Mundo Animal 90% dos franqueados têm mais de uma unidade. Temos franqueados com 5, 6, 9, unidades. Realmente o modelo de negócios é muito robusto.

    Continua depois do anúncio

    GKPB: No site da Mundo Animal vocês calculam o retorno a partir de 16 meses, né?

    Eu preciso ser muito conservador no material, mas eu vou te dizer que os resultados são muito superiores ao mercado. Eu vou te dizer que a Mundo Animal não tem ponto de equilíbrio. O franqueado já sai no primeiro mês tendo lucro.

    Por exemplo, a Vila Ema. Nós inauguramos e o franqueado já comprou mais duas unidades. Não deu nem um mês. Estamos saindo dessa crise com vários arranhões e muito aprendizado, mas serviu para testar o nosso modelo de negócio, que se provou um modelo robusto.

    E é o que diferenciou nossa operação nessa crise, fazendo com que a gente inaugurasse 11 unidades e deu coragem para nossos franqueados inaugurarem essas unidades.

    GKPB: Quais são os próximos planos da empresa? Tem novidade chegando por aí?

    A inovação está no DNA da Mundo Animal. Em 2 anos nós mudamos identidade visual, criamos show do Leonel, fantasia, personalidades, loja de souvenir, área kids etc. Nossa equipe de Marketing liderada pela Gisele é uma turma que eu preciso ficar segurando. E eu gosto assim, melhor ter que segurar, do que ter que empurrar. E eu gosto assim.

    Continua depois do anúncio

    E tá chegando uma novidade muito bacana agora para o mês de julho, que é um lançamento em toda a rede, o Alegria da Selva. Um combo kids a exemplo do que já se comercializa hoje em outras redes. Nós vamos lançar nossa campanha para o mês de julho, onde a turma do Leonel vai receber a Hello Kitty e amigos.

    A gente tá terminando de produzir a campanha agora. Os brinquedos já estão em produção. Serão brinquedos grandes, de 12cm. Não vai ser a única. A nossa intenção é dar sequência com novas campanhas. Está muito ligado com nosso público-alvo e nosso propósito de valorizar os laços familiares. Vai ser lançado agora em toda a rede no mês de julho.

    Falando sobre expansão, nós estamos agora retomando um cronograma mais agressivo. Nosso cronograma foi empurrado um pouco pra frente por conta da pandemia e a gente está voltando muito forte agora no segundo semestre de 2021 e primeiro semestre de 2022. Estamos trabalhando para inaugurar em torno de 4 unidades por mês a partir do segundo semestre de 2021.

    No paralelo, estamos concluindo nosso registro internacional de marca em Estados Unidos, México, Portugal e toda a América Latina. Então temos o projeto de médio e longo prazo de pisar em outros países também, apesar de o foco neste momento ser no Brasil.

    Continua depois do anúncio

    Estamos muito contentes com o resultado alcançado até agora. Cada cidade que a gente chega é muito gratificante. Há pouco tempo nós fizemos uma pesquisa tentando entender porque o cliente vai até a Mundo Animal e bateu certinho com as nossas estratégias. O produto é muito fácil de ser copiado, o que é realmente o nosso diferencial é essa experiência que nós entregamos para o nosso público.

    Publicidade

    GKPB Em Vídeo

    Ouça nosso Podcast!

    Publicidade
    Publicidade

    Conecte-se

    64,503FãsCurtir
    110,213SeguidoresSeguir
    14,500InscritosInscrever

    Para Você

    Publicidade