Mais
    InícioPublicidadeFutebolGuaraná Antarctica volta a convocar marcas para apoiarem o futebol feminino

    Guaraná Antarctica volta a convocar marcas para apoiarem o futebol feminino

    Guaraná Antarctica volta a cobrar marcas brasileiras para incentivarem o futebol feminino com o patrocínio do Brasileirão Feminino A1.

    Publicidade

    No ano passado, Guaraná Antarctica lançou uma campanha sensacional, incentivando o futebol feminino e ainda provocando as demais marcas a fazerem o mesmo. Isso aconteceu por conta da Copa de Futebol Feminino do ano passado e contou com a participação de 15 marcas. Mas agora a marca retoma o posicionamento e convoca patrocinadores para a retomada do Brasileirão Feminino A1.

    Para chamar a atenção de outras empresas, Guaraná irá substituir sua exposição de marca nas placas de publicidade na lateral do gramado por frases de apoio e incentivo ao futebol feminino que, diferente do que acontece no futebol masculino, ainda precisam de muito patrocínio. Será possível conferir a ação em todos os jogos do campeonato, que teve início hoje, 26 de agosto, durante o duelo entre Santos x Audax (SP), na Vila Belmiro, em Santos (SP). Veja:

    Continua depois do anúncio
    Foto do campo de futebol do estádio do Santos FC. Na imagem se vê uma placa de Guaraná Antarctica com os dizeres: 'Espaço reservado para o próximo patrocinador. Patrocine você também o futebol feminino.".
    Placa de Guaraná Antarctica convida novos patrocinadores a incentivarem o futebol feminino. Imagem: Divulgação.

    “As mulheres entram em campo todos os dias, não apenas nas competições mundiais. Por isso, depois do apoio às Seleções Brasileiras, era o momento de valorizar e investir no campeonato mais importante do país. Lançamos esse movimento hoje e esperamos que, em breve, outras empresas estejam com Guaraná nas placas da lateral do campo e incentivando as mulheres no esporte”, explica Pedro Thompson, diretor de marketing de Guaraná Antarctica.

    A iniciativa de Guaraná Antarctica chega para contribuir, mais uma vez, com a captação de recursos para a modalidade. Um estudo publicado pela Brand Finance, em agosto de 2019, apontou que a categoria deixa de faturar US$ 1,2 bilhão (R$ 4,8 bilhões) em patrocínios por ano, no mundo todo, em comparação ao masculino.

    A campanha tem criação da agência Soko.

    Publicidade

    GKPB Em Vídeo

    Publicidade
    Publicidade

    Conecte-se

    64,343FãsCurtir
    110,213SeguidoresSeguir
    14,500InscritosInscrever

    Para Você

    Publicidade