Mais
    InícioPublicidadeTVCanal E! apresenta nova série nacional "Criador de Celebridades"

    Canal E! apresenta nova série nacional “Criador de Celebridades”

    Série despertou polêmica entre o público feminino presente na coletiva de lançamento. Mulheres questionaram objetificação do corpo feminino e assédio moral.

    Publicidade

    O Canal E! anunciou nesta semana o lançamento de sua mais nova produção original “Criador de Celebridades”. A série retrata um pouco da vida de Cacau Oliver, conhecido por impulsionar a carreira de pessoas até então desconhecidas ao estrelato a qualquer custo.

    A série apresenta um assessorado por episódio, acompanhando desde o encontro com Cacau até o resultado final de cada uma das estratégias mirabolantes do assessor para fazer com que seus clientes consigam os sonhados 15 minutos de fama.

    Continua depois do anúncio

    “Muita gente quer ser famosa e ter muitas interações nas redes sociais, mas até onde elas iriam para conquistar isso? O Canal E! traz, junto com a Boutique Filmes, os bastidores das celebridades-relâmpago. Cacau traça estratégias diferentes e inusitadas para jogar os holofotes em cima de seus clientes e, assim, torná-los famosos. A série traz o que há de mais atual nas celebridades que se destacam pela repercussão da internet no Brasil”, diz Marcello Coltro, executivo da NBCUniversal International Networks América Latina, responsável pela programação e conteúdo do E! Entertainment Brasil.

    Erika Canela, Donald Trump e objetificação do corpo feminino

    Ainda na coletiva de apresentação da série, o primeiro episódio gravado com a Miss Bumbum 2016 Erika Canela já causou polêmica entre os jornalistas e convidados. No episódio, Erika tatua o rosto de Donald Trump para conseguir algumas manchetes de publicações nacionais e internacionais.

    Inscreva-se para receber nossa newsletter e cancele quando quiser.

    Continua depois do anúncio

    Em determinado momento do episódio, Erika precisa tatuar o rosto de Donald Trump para conseguir atingir o objetivo de se tornar uma celebridade. Divulgação.

    Incomodadas com o que viram, pelo menos três convidadas, ressaltaram que o conteúdo exibido promove a objetificação do corpo feminino e questionaram a responsabilidade do canal em suportar o projeto.

    O Canal E! em sua defesa afirmou que não interfere no conteúdo das produções contratadas. Ainda assim resta saber se haverá alguma alteração no material antes de ir ao ar.

    Publicidade

    GKPB Em Vídeo

    Ouça nosso Podcast!

    Publicidade
    Publicidade

    Conecte-se

    64,496FãsCurtir
    110,213SeguidoresSeguir
    14,500InscritosInscrever

    Para Você

    Publicidade