Mais
    InícioAlimentos & BebidasFast FoodGrupo de funcionários do Burger King EUA pede demissão e deixa recado...

    Grupo de funcionários do Burger King EUA pede demissão e deixa recado no letreiro da loja

    Funcionários escreveram em um letreiro de uma loja do Burger King EUA: "Nós todos nos demitimos. Desculpe a inconveniência.", devido às condições precárias de trabalho.

    Publicidade

    Oferecer um ambiente com condições adequadas para o trabalho é o mínimo que uma empresa pode fazer, mas nem isso uma loja do Burger King EUA estava fazendo. Diante da situação, o grupo de funcionários que trabalhava na loja decidiu pedir demissão em massa e, antes de mesmo de cumprirem o aviso prévio, abandonaram o posto deixando um recado no letreiro da loja do Burger King. O fato aconteceu na cidade de Lincoln, em Nebraska, nos Estados Unidos.

    Nesta terça-feira, 13, uma foto de um letreiro do BK nos Estados Unidos viralizou nas redes sociais por carregar a seguinte mensagem: “We all quit. Sorry for the inconvenience.” (ou em português, “Nós todos nos demitimos. Desculpe a inconveniência.”). As publicações se referem ao grupo de 7 funcionários que atuavam em uma loja da rede de fast-food na cidade Lincoln e que estavam totalmente insatisfeitos com as condições de trabalho oferecidas. Confira:

    Continua depois do anúncio

    Ao site TODAY, a gerente-geral da loja, Rachel Flores, revelou que ela e os outros seis funcionários da loja já haviam solicitado o pedido de demissão no final de junho pela sobrecarga de trabalho que a equipe sofria ao ser escalada pela metade a cada turno (trabalhavam apenas dois ou três, quando a demanda deveria ser atendida entre cinco e sete pessoas), além das condições precárias, com destaque para a falta de um ar condicionado na cozinha, o que já havia feito com que muitos funcionários se desidratassem e passassem mal durante o turno.

    Continua depois do anúncio

    “A experiência de trabalho descrita nesta unidade em questão não está de acordo com os valores da nossa marca”, afirmou um porta-voz da marca através de uma nota oficial. “Nosso franqueado está analisando essa situação para garantir que isso não aconteça no futuro.”

    O Burger King EUA antecipou, no último fim de semana, o desligamento da gerente Rachel Flores depois que ela e o grupo de funcionários deixaram o aviso de demissão através do letreiro da loja. Ainda não se sabe se os demais funcionários da loja foram desligados antecipadamente.

    Inscreva-se para receber nossa newsletter e cancele quando quiser.

    Com informações de: G1 e TODAY.

    Publicidade

    GKPB Em Vídeo

    Ouça nosso Podcast!

    Publicidade
    Publicidade

    Conecte-se

    64,507FãsCurtir
    110,213SeguidoresSeguir
    14,500InscritosInscrever

    Para Você

    Publicidade