Mais
    InícioPublicidadeBelezaCurta 'Salve O Ralph' fala sobre a crueldade dos testes em animais...

    Curta ‘Salve O Ralph’ fala sobre a crueldade dos testes em animais de forma inesperada

    "Salve O Ralph" é um curta onde Ralph, um coelho, é entrevistado para um documentário contando a sua rotina diária como "cobaia" em um laboratório.

    Publicidade

    Há alguns dias passou a viralizar nas redes sociais a campanha #SaveRalph (ou Salve O Ralph, em português) que, através de um curta-metragem, denuncia e pede apelo da sociedade para banir os testes em animais em todo o mundo. O curta alcançou diversas pessoas rapidamente por abordar de forma original e inesperada a história de um coelho para trazer à tona a situação de incontáveis ​​coelhos e outros animais nos laboratórios em todo o mundo.

    Com o objetivo de denunciar a rotina diária da indústria da beleza que ainda realiza testes em animais, a Humane Society International (HSI), lançou no início do mês a campanha #SaveRalph​​ que conta com um elenco internacional de estrelas incluindo Taika Waititi, Ricky Gervais, Zac Efron, Olivia Munn, Pom Klementieff, Denis Villeneuve, George Lopez e Tricia Helfer. Para a campanha foi desenvolvido um curta-metragem, onde um coelho é entrevistado para um documentário contando a sua rotina diária como “cobaia” em um laboratório.

    Continua depois do anúncio

    Salve O Ralph – Curta-metragem

    A primeira versão do filme, em inglês, foi ao ar no dia 06 de abril e já conta com mais de 7 milhões de visualizações. As demais versões, em outras línguas e que incluem a versão em português, estão sendo disponibilizadas aos poucos. Taika Waititi, ganhador do Oscar, empresta sua voz a esse personagem, que no Brasil ganha vida pela dublagem de Rodrigo Santoro. Confira:

    A prática de testes em animais já foi proibida em quase 40 países, incluindo a União Europeia, Índia, Taiwan, Coreia do Sul Guatemala, Nova Zelândia e Austrália. A campanha #LiberteSeDaCrueldade liderada pela Humane Society International é responsável por grande parte desse avanço ao redor do mundo, e está encabeçando campanhas legislativas similares no Chile, México, Estados Unidos, Canadá, África do Sul e Sudeste Asiático.

    A organização esclarece que: “Essas mudanças não resultam em padrões de segurança menos eficazes ou em qualquer perda de inovação na área cosmética. Na verdade, um crescente número de grandes e pequenas empresas tem apoiado tal legislação, reconhecendo os benefícios científicos de uma mudança para métodos alternativos e a necessidade de respeitar o desejo dos consumidores.”

    Inscreva-se para receber nossas novidades e cancele quando quiser.

    Além disso, também afirma que no Brasil, junto aos seus parceiros, já se asseguraram que em alguns estados fossem proibidos a realização de testes cosméticos em animais, são estes: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Amazonas, Pernambuco e Paraná. Contudo, líderes do Congresso Nacional e alguns ministros têm se mostrado resistentes em avançar na discussão, adiando a adoção de medidas legais cruciais há mais de 5 anos.

    Para levar as discussões adiante, o curta-metragem faz um apelo à sociedade e disponibiliza um abaixo-assinado que pode ser acessado aqui. Além disso, para saber mais sobre a HSI e a campanha, clique aqui e acesse o site.

    Publicidade

    GKPB Em Vídeo

    Publicidade
    Publicidade

    Conecte-se

    64,368FãsCurtir
    113,877SeguidoresSeguir
    14,500InscritosInscrever

    Para Você

    Publicidade