Mais
    InícioPublicidadePodcastAudioDay: Globo revela números e apostas para o futuro dos podcasts no...

    AudioDay: Globo revela números e apostas para o futuro dos podcasts no Brasil

    AudioDay é um evento sobre o mercado de podcasts, em que a Globo celebra números conquistados nos últimos anos o e anuncia novidades.

    Publicidade

    A Globo entrou de cabeça no mundo dos podcasts já há algum tempo. Os podcasts da emissora acabaram conquistando um mercado cativo pela qualidade de suas produções e pela capilaridade do maior conglomerado de mídia do país. E como já virou tradição, a emissora realizou hoje o AudioDay, um evento anual para celebrar os números do ano que passou e debater um pouco do que virá para os próximos anos. Durante o evento, a Globo anunciou diversas novidades que comprovam que o segmento está recebendo mais atenção do que nunca dentro da companhia.

    CBN e O Globo no Globoplay

    A Globo iniciou o evento falando sobre sua tradição na criação de conteúdos exclusivamente em áudio, desde a criação da Rádio Globo, em 1944, e aproveitou o evento para anunciar a chegada do sinal ao vivo da CBN SP e CBN Rio no Globoplay. O conteúdo será disponibilizado de forma gratuita, mesmo para quem não for um assinante Globoplay.

    Continua depois do anúncio

    Os já conhecidos podcasts d’O Globo como o “Ao Ponto”, e o “Lauro e Gabeira”, também serão disponibilizados na plataforma. Os podcasts da Rádio CBN também farão parte da plataforma de streaming da Globo.

    Erick Brêtas, diretor de produtos e serviços digitais da Globo comentou que os podcasts de maior sucesso da casa nasceram nas redações do G1 e do GE, mas que agora o intuito é trazer conteúdos mais diversos, criados por produtores independentes.

    Continua depois do anúncio

    “Eu acho que o podcast talvez seja o meio mais eficiente para cultivar uma audiência engajada, que retorna sempre, que ouve tudo até o fim… É muito impressionante. E a mensagem publicitária também se beneficia disso”, afirmou Brêtas.

    Dados do mercado de Podcasts

    Uma pesquisa de 2017 mostrou que 70 milhões de brasileiros ouvia algum tipo de áudio digital. Em 2020 este número chegou a 90 milhões. Um dos territórios mais quentes do áudio é o de Podcasts. Uma pesquisa encomendada pela Globo com o Ibope em 2019 mostrou que aproximadamente 13% (21 milhões de brasileiros) da população brasileira ouvia podcasts. Já no ano passado, 17% da população já se declarava ouvinte de podcasts. Um crescimento de 8 milhões de pessoas em um ano.

    Continua depois do anúncio

    Números dos podcasts da Globo

    De 2019 até 2020 os podcasts da Globo cresceram nada menos do que 450%. O que mostra que conteúdo de qualidade tem ainda mais espaço de crescimento dentro de um mercado já bastante aquecido e que promete se desenvolver ainda mais nos próximos anos. Outra informação relevante é a capacidade da emissora de movimentar sua própria base de ouvintes. Mais de 50% da audiência consome o conteúdo dentro das próprias plataformas Globo.

    A emissora não negou que deva, sim, ter produtos originais Globoplay, mas reforçou a importância dos principais serviços de streaming do mercado. Uma dessas plataformas é o Deezer, que dobrou a audiência dos podcasts em sua plataforma no ano passado, de acordo com Stefan Habergritz, executivo da Deezer e presidente do comitê de áudio do IAB Brasil.

    Continua depois do anúncio

    Os motivos que levam as pessoas a ouvirem podcasts

    A Globo realizou uma pesquisa qualitativa com o público de podcasts. De acordo com Guilherme Figueiredo, head de áudio digital da Globo, a empresa descobriu três pontos importantes que levam o ouvinte a consumir um podcast.

    Cotidiano

    O podcast é prático e permite a produtividade dentro de uma sociedade multitarefas, que possui um dia corrido, mas não quer deixar de se informar.

    Continua depois do anúncio

    Falar ao pé do ouvido

    O podcast conecta, preenche, compensa e orienta o ouvinte. O consumidor se sente parte do grupo ao qual ele está escutando.

    Passado versus presente, um paralelo entre o rádio e o livro

    O podcast traz informação, ativa a imaginação e mexe com a nossa emoção. Ele tem um caráter individual. O consumidor pode ouvir aqui quando ele quiser e a mídia em áudio permite uma ativação maior da imaginação do que um vídeo, por exemplo.

    Continua depois do anúncio

    Mudança no consumo do podcasts durante a pandemia

    Se antes os podcasts tinham seus picos de consumo nos horários de deslocamentos, que são manhã e final de tarde, durante a pandemia, esta curva deu lugar a um consumo mais uniforme e distribuído durante todo o dia. No Brasil, 85% dos usuários de internet consumiram áudio durante a pandemia. Isso abre um leque de oportunidades para os anunciantes explorarem este território.

    Formatos e possibilidades para o mercado publicitário

    O podcast permite que o conteúdo não dispute a atenção da pessoa, mas some a algo que ela já esteja fazendo no dia-a-dia. Com isso, o formato acaba sendo importante e relevante para marcas que não querem interromper a rotina do ouvinte, mas sim ajudar a contar uma história.

    Continua depois do anúncio

    O podcast pode ser consumido em uma gama muito ampla de dispositivos, incluindo os smartspeakers e home devices de maneira geral, que têm ganhado cada vez mais espaço. Sem contar que o áudio exige menos da qualidade de internet ou até mesmo do dispositivo ao qual o consumidor vai consumir para chegar de forma efetiva. Então isso possibilita uma amplitude ainda maior de possibilidades e de audiência, que outros formatos como o vídeo digital por exemplo.

    “O convite que eu faço é que a gente olhe para este ambiente de áudio, veja quão eficiente ele é, para que clientes, agências e a Globo consigam construir juntos a nova realidade da publicidade brasileira em áudio”, disse Eduardo Schaeffer, diretor de negócios integrados de publicidade da Globo.

    Continua depois do anúncio

    Braincast e Mamilos dentro do portfólio de produtos Globo

    Reconhecidos pelo excelente trabalho com o mercado de podcasts no Brasil, os podcasts Braincast e Mamilos, que estão dentro da rede de podcasts do B9, agora também fazem parte do portfólio de podcasts da Globo.

    “Reconhecendo o trabalho de grandes podcasters, a Globo se associa agora a dois dos maiores e mais fascinantes podcasts do Brasil e passa a fazer a comercialização, a distribuição e a apoiar o marketing do Mamilos e do Braincast em todo o país. Estes podcasts passam a fazer parte do portfólio do Globoplay e esta parceria pode gerar novos podcasts produzidos em conjunto”, ressaltou Renata Lo Prete durante o anúncio da parceria. “E a gente não pode deixar de destacar, também, as conquistas comerciais pioneiras que o B9 trilhou durante todos esses anos.”, finalizou.

    Você pode acompanhar o AudioDay 2021 no vídeo abaixo:

    Acompanhe novidades em tempo real. Siga nosso perfil no Instagram.

    Publicidade

    Ouça nosso Podcast!

    GKPB Em Vídeo

    Publicidade

    Publicidade

    Conecte-se

    64,672FãsCurtir
    107,084SeguidoresSeguir
    14,500InscritosInscrever

    Para Você

    Publicidade